Delivery - Empresas inovam com serviçoo de delivery para produtos femininos.
PMEs vendem roupas, bijuterias e semijoias para mulheres em casa.


Clique no link acima p/ ver o vídeo.

PMEs vendem roupas, bijuterias e semijoias para mulheres em casa

Empresárias apostam no sistema de delivery de produtos exclusivos.

As clientes recebem e provam as peças sem compromisso.

Com a correria do dia a dia, pequenas empresas inovam com o serviço delivery de produtos exclusivos para o mercado feminino.

Em São Paulo, as mulheres recebem em casa roupas e acessórios diferenciados. Elas têm tempo para experimentar, escolher e comprar.

Uma loja de roupas vai até o cliente. Basta fazer o pedido e a empresa entrega as peças em casa. O serviço de delivery é exclusivo para o público feminino e tem feito um enorme sucesso em São Paulo. A ideia é da empresária Daisy Gouveia.

“O projeto é ficar 48 horas com as camisas em casa, ou com as peças. Ela tem a oportunidade de experimentar essas peças com as roupas do guarda-roupa dela”, afirma a empresária.

Ela apostou num modelo de negócio diferenciado para conquistar um público que sofre com a falta de tempo. “Eu queria atender muitas mulheres que trabalham, não têm tempo, profissionais liberais que precisam estar sempre na moda, com um look bacana para o trabalho e não têm tempo”, revela.

A loja trabalha com as coleções de camisas femininas underwears, malharia e alfaiataria. As camisas são o forte do negócio. Representam mais de 80% das vendas

Todas as peças são feitas na fábrica da empresária, em São Paulo. O investimento foi de R$ 50 mil em pesquisas e desenvolvimento de projetos, maquinários e montagem do showroom.

Daisy começou com o serviço de delivery no ano passado. Hoje, a empresária trabalha com uma carteira de 350 clientes ativos.

Para fazer parte da lista de mulheres que têm a comodidade de receber as roupas em casa é preciso ser indicada. Cliente indica cliente. Assim, a empresa tem o controle de quem recebe as peças e pode oferecer um serviço personalizado.

A empresa faz um cadastro com perfil detalhado de cada cliente. “A primeira vez, ou por e-mail, ou por telefone, eu pergunto o manequim, a idade, se ela tem alguma sugestão ou restrição para me ajudar na hora de separar”, explica a gerente Maria Helena Pereira.

Os preços das peças variam entre R$ 120, uma camisa, e R$ 180, uma calça de alfaiataria. O faturamento da empresa é de R$ 40 mil por mês. Na hora de entregar as peças, a loja capricha na embalagem. As roupas são colocadas em cabides e capas para não sujar ou estragar. Não é cobrada taxa de entrega.

A psicóloga Silvia Banwart é cliente da empresária. A cada 2 meses, ela recebe as camisas em casa e prova as peças sem compromisso. Silvia aprovou o serviço. “Eu brinco que eu virei cliente VIP porque eu já indiquei para um monte. Eu trabalho em um consultório que tem outras profissionais e outras pessoas acabaram aderindo essa ideia de se vestir em casa, entendeu, de receber em casa”, relata.

Bijuterias e semijoias
Em outro exempos, as empresárias Renata Colsato e a mãe Isabel Colsato também apostam no serviço de delivery para atrair a clientela. Os produtos que vão para a casa das clientes são bijuterias e semijoias

Elas trabalham com a fabricação dos acessórios desde 2002. Elas investiram R$ 5 mil para começar o negócio. Hoje, a empresa está instalada em uma área de 120 metros quadrados. Ambas desenvolvem os modelos de colares e pulseiras.

“A gente cria uma peça piloto no ateliê e terceiriza a produção. Nossa produção é bem pequena. A gente faz no máximo cinco peças por modelo para ter essa exclusividade que a gente preza na marca”, explica Renata.

A produção gira em torno de 100 peças por mês. As pulseiras são os itens mais pedidos. Os preços são a partir de R$ 50.

Os maxicolares custam um pouco mais. Saem, em média, por R$ 100. A empresária tem 50 clientes cadastradas. Elas escolhem o produto pela internet, fazem o pedido e a empresária monta os kits que serão entregues na casa de cada uma delas.

A professora Andrea Prado é cliente do ateliê de Renata Colsato. Ela adora bijuterais, em especial, os colares. Passou a usar o serviço de delivery há 2 anos. Pelo menos uma vez por mês ela faz os pedidos e recebe as bijuterias em casa.

“Facilita [na hora de comprar] porque eu não preciso sair para uma loja para comprar aquilo que eu quero. E tem outra coisa. Aqui em casa também eu tenho o meu guarda-roupa. Eu posso ver a roupa que combina, a roupa que cai bem. E isso é ótimo para mim”, diz.

A praticidade do serviço atrai cada vez mais mulheres. Nos últimos dois meses, o número de clientes aumentou em quase 50%. E o faturamento da empresa saltou de R$ 3 mil R$ 7 mil. Agora, Renata espera triplicar os números e expandir o negócio até o fim do ano.

“O sistema delivery também funciona para as lojas (...).A gente está pensando, agora no segundo semestre, em entrar em 20 lojas, é a nossa meta, então vamos batalhar para isso”, afirma Renata.

PMEs vendem roupas, bijuterias e semijoias para mulheres em casa.

CAMISARIA DAISY GOUVEIA
Empresária: Daisy Gouveia
Rua Heitor dos Prazeres, 271 – Vila Sonia
São Paulo – SP – CEP: 05522-000
Telefone: (11) 3297-1542 / 3297-1544
www.daisygouveia.com.br

RENATA COLSATO ACESSÓRIOS
Empresárias: Renata Colsato, Isabel Colsato
Rua Baião Parente, 279 – Freguesia do Ó
São Paulo – SP – CEP: 02735-000
Telefone: (11) 2384-3668 / 7517-3292
X
Eventos - Eventos comemorativos do seu centenário: 1909 - 2009
-
, - - São Paulo / São Paulo / Brasil - CEP
Falar com J.R.Faria Lima